Compreendendo as Ondas Cerebrais e os Tons Isocrônicos

brainwave1

O cérebro humano é um órgão complexo em constante trabalho, enviando sinais elétricos, comunicando, construindo novas conexões neurais, etc. Essa atividade elétrica gerada pelo cérebro, também conhecido por “ondas cerebrais”, refletem nossos estados mentais. A realidade não é fruto apenas das influências externas, mas sim, de um processo interno baseado nos nossos pensamentos, percepções e emoções, e assim, diversas frequências variantes manifestam a realidade. Existem cinco tipos diferentes de frequências cerebrais  – Beta, Alfa, Theta, Delta e Gamma.

São ocorrências naturais biológicas em que todos os seres humanos experienciam diferentes estados em diversos momentos do dia, e geralmente um desses estados é dominante. Você sabia que cada onda cerebral possui suas próprias características que representam um estado particular de consciência? Cada um dos estado de ondas cerebrais ocorrem em uma faixa de freqüência específica que é medida em ciclos por segundo (Hz). Cada um dos tipos de ondas cerebrais desempenha um papel fundamental em nosso desenvolvimento mental durante a nossa infância, e hoje, eles desempenham um papel importante na manutenção da nossa saúde e vitalidade como adultos. Hoje vamos falar dos diferentes estados de ondas cerebrais, os benefícios associados e experiências –

Beta (12 à 30 Hz)

A frequência Beta é nosso estado normal de consciência desperta. É associado com altos estados de alerta, raciocínio lógico, capacidade de resolver problemas, concentração, o momento quando a mente está ativamente engajada em atividades mentais. Como por exemplo, uma pessoa em um bate papo, praticando esportes ou fazendo uma apresentação estaria em um estado Beta. A frequência Beta é necessária para o nosso funcionamento eficaz na vida diária. Mas em níveis mais altos, resultam em estresse, ansiedade e inquietação.

A maioria das pessoas passam sua vida desperta em estado beta. Não é de se surpreender que muitas pessoas experimentam altos níveis de estresse no mundo de hoje.

Alfa – (8 à 12 Hz)

As ondas Alfa são mais lentas comparadas às Beta, que se transforma em um estado altamente relaxado de consciência. É um padrão de ondas cerebrais encontrado em pessoas que são naturalmente calmas e criativas. É um estado que parece como se você estivesse sonhando, ou quando se fecham os olhos ao meditar. Esta frequência aumenta a sua imaginação, memória, concentração, criatividade, reduz o stress para que se possa concentrar na aprendizagem e no desempenho. A prática da meditação resulta em um aumento das ondas Alfa, portanto, muitas técnicas de meditação e cura energética utilizam ondas Alfa do cérebro para relaxamento e cura. Até mesmo o uso de Cannabis tem sido associada ao aumento desta frequência no cérebro. Na infância tendemos a ter níveis muito maiores de ondas Alfa do que na fase adulta.

As ondas cerebrais alfa são consideradas as mais saudáveis das ondas cerebrais e o 10 Hz tem sido amplamente aceito como a “mais segura” frequência de ondas cerebrais para exercitar a mente.

Abaixo é um vídeo de uma música em Hz Alfa, ouça! (Começa no 1:36)

Theta – (4 à 7 Hz)

A frequência Theta ocorre durante profundos relaxamentos e meditação, sono leve ou em sonhos lúcidos, incluindo o estado de sono REM. É o renio do subconsciente, onde a mente é capaz de produzir insights profundos, como fortes intuições, auto-cura e unidade – no estado Theta, nossas mentes se conectam com o universo e manifestam as possíveis melhorias da vida. Você também pode experienciar visualizações vívidas, inspiração e criatividade. A menor frequência do cérebro é a que mais facilita o aprendizado. As práticas de meditação e yoga são creditadas como tão relaxantes por induzirem à mente em um estado de transe que passa a gerar ondas Theta. Pessoas tendem a ter experiências paranormais e psíquicas quando o cérebro está repleto de ondas Theta. Boa parte das crianças e adolescentes tendem a ter esse padrão de ondas cerebrais.

Abaixo é um vídeo de uma música em Hz Theta, ouça!

Delta – (0.5 à 4 Hz)

As ondas Delta são as mais lentas em frequência, porém as mais altas em amplitude. Observadas em profundidade, sonos sem sonhos, essa frequência é o portal para a mente universal e a consciência coletiva, onde a informação que é recebida está, na maioria das vezes, indisponível ao nível consciente. Os estados mentais nessa frequência têm sido associados há muito tempo com a cura pelo fato do sono profundo ser necessário para os mecanismos de regeneração e auto cura do nosso corpo! Na meditação, as ondas Delta auxiliam o acesso à mente inconsciente. É uma onda cerebral dominante nas crianças (do nascimento aos 24 meses) e nos adultos durante o sono profundo.

Gamma (25 à 100 Hz)

A onda Gamma é a frequência mais rápida em que o cérebro pode funcionar, onde o indivíduo experiencia rajadas de insights e um alto nível de processamento de informação. Experimentos feitos pelos Monges Tibetanos Budistas tem demonstrado a correlação entre estados mentais transcendentais e as ondas Gamma. Quando os monges foram convidados à gerar sentimentos de compaixão, sua atividade cerebral foi para frequência Gamma de uma forma rítmica e coerente. É o estado de ser “in the zone” (algo como “no ponto”), o sentimento de que você é capaz de realizar qualquer coisa.

brainwave chart OGJ.png

Alterando os Estados das Ondas Cerebrais

Todos nós experienciamos essas frequências de ondas cerebrais durante diferentes momentos do nosso dia a dia, o que nos leva à diferentes níveis de consciência. Quando você está acordado, você está em uma frequência de ondas cerebrais diferente comparado à quando você está dormindo. Você pode alternar seus padrões de ondas cerebrais a favor de alcançar outros níveis de consciência. Por exemplo, se você não consegue pegar no sono a noite quando se sente estressado, você pode sincronizar sua onda cerebral à uma frequência correspondente para dormir ouvindo música.

Essa técnica de sincronização das frequências cerebrais com uma estimulação externa de áudio é conhecido como “Brainwave Entrainment” (ou “Arrastamento de Onda Cerebral”). Com esse processo continuado por algum tempo (minutos), as ondas cerebrais são sintonizadas ao som externo e então alcança a frequência particular do nível do som (alfa, theta ou delta). Mas você não precisa de estímulos externos se você pode meditar. Durante a meditação, alcança-se estados de calma e relaxamento, que é o estado Alfa de consciência. À medida que a meditação se aprofunda você se encontra mais calmo e concentrado e o nível das ondas cerebrais chega ao estado Teta e, finalmente, para Delta. Ouvir este tipo de frequência para meditar além de ser ótimo, é surpreendente! Tente ao menos uma vez na sua vida rs! 🙂

Formas de Arrastamento de Ondas com Batidas Bineurais (Binaural Beats)

Como o som com uma frequência menor que 20 Hz pode ser audível ao ouvido humano? A resposta está na especialização do som conhecido como Batidas Bineurais. O que essas “batidas” fazem é simples – tocando duas diferentes frequências em cada ouvido (usando fones), o cérebro detecta a diferença entre as duas frequências e sintoniza uma terceira ‘batida bineural’. Então, se você tocar 400Hz no ouvido direito, e 410Hz no ouvido esquerdo, seu cérebro produz uma terceira frequência que pulsa a 10Hz, que é a diferença entre os dois tons. 10Hz é equivalente à frequência Alfa, que gera relaxamento, meditação e pensamento criativo. Binatural Beats podem gerar excelentes resultados e te ajudar de muitas formas.

Existem vários tipos de Binatural Beats, há também aqueles que geram sensações que só são provenientes de uso de enteógenos. Abaixo segue um gráfico que mostra a diferença dos hemisférios antes e depois de uma sincronização com ondas Theta, em estado Normal, Após 15 Minutos e Após 25 Minutos:

BrainWave

Ondas Cerebrais Theta – Antes e Depois da Sincronização

 

Tons Isocrônicos

isochronic-tones-e1374232163845

 

Os Tons Isocrônicos são ainda mais intensos que as Batidas Bineurais e são considerados mais eficientes. O tom isocrônico é um único tom que liga ou desliga um padrão em particular no cérebro. Cada um dos tons são diferentes e espaçados, sendo capaz de criar uma impressão duradoura no cérebro. Mas você não tem que usar os fones especificamente, pode simplesmente rodar o som em qualquer aparelho e desfrutar de seus benefícios.

Basicamente, com os tons Isocrônicos nossos cérebros tem muito menos trabalho para obter os mesmos efeitos que com as Batidas Bineurais – o que nos permite sentir-nos mais relaxados, obtendo um estado poderoso e pacífico de meditação e maior visão perante o mundo. Muitas pessoas que não respondem bem às Batidas Bineurais, geralmente respondem muito bem aos Tons Isocrônicos. Entretanto, para uma mudança de foco espiritual, você precisa usar os métodos tradicionais de meditação como ferramenta primária para acessar dimensões elevadas.

Como sabemos, a meditação também pode gerar mudanças estruturais no cérebro positivas e poderosas que não só te beneficiarão, mas também à todos a sua volta! É uma experiência que sem dúvidas, vale a pena!

Obrigado! Até a próxima 😉

Leia também: Percepção VS. Realidade – A Ciência do Cérebro ; Como a Meditação Age no Cérebro e no Intestino e O Reino Livre do Tempo

Fontes: Meditation Is Easy + Fractal Enlig.

Tradução: NM

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Anúncios

7 comentários sobre “Compreendendo as Ondas Cerebrais e os Tons Isocrônicos

  1. lycan neves disse:

    Gostei muito e me identifiquei n so com um tipo de estado mental se asim posso dizer mais praticamente com todos.estados de reflexos mentais e empatia mental elevam muitos seres, sei que muito tempo perante a evolução de nosso ser mais para estou elevando meu ser astral, mental, e evolutivo, a chegar um proseço de ser divino evolução de ser divino ser tempo espaço tudo ser vida, vou pasar por muitas vidas mais vou realizar este prosseso de evolução, obrigado

    Curtir

  2. Pablo disse:

    ola, gostaria de saber mais sobre os tons isocrônicos, como eles funcionam em nosso celebro, porque a binaural leva o nosso celebro a um certo estado, sendo que de um lado 100 hertz e do outro 107, o nosso celebro vai ficar em 7 hertz, mas e o isocronico, oque ele faz, uma batida de 200 hertz vai fazer oque com nosso celebro. obrigado, envieme um email, ferreira.ps@hotmail.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s