Especial Astrologia: Tudo o que você precisa saber sobre ciclos

astrology

Você já se perguntou o que o Pentagrama realmente significa? E a Estrela de Davi, ou a Estrela Inanna suméria de 8 pontas? Todos esses símbolos são referentes a astrologia. As pontas das estrelas são os ângulos geométricos entre os planetas no céu; são a representação dos planetas e os ângulos astrológicos entre eles. O Selo de Salomão representa os ângulos de 60° e a tríplice, e a estrela de Inanna representa os opostos do quadrado. Neste post falaremos sobre os ciclos gráficos do nascimento, das fases da vida etc dando luz a este estudo intricado que revela muito sobre nós mesmos e nossos caminhos. 

Os ângulos de 180, 90 e 60 graus são símbolos antigos, seus códigos geométricos foram encaixados em artefatos artísticos, preservando um modelo para a compreensão da astrologia. Seu estudo revela essência da alma em seu instante de nascimento no sistema solar em seu tempo preciso como uma fotografia. Os ângulos geométricos que se formam entre os planetas no céu no momento do nascimento de cada ser é como um mapa que define as características inerentes da alma. Juntamente com as constelações, é assim que a astrologia trabalha – um mix de ângulos geométricos que se formam entre os planetas e as constelações que esses planetas pertencem (a constelação dos 12 zodíacos, com todos os planetas exceto os planetas anões que estão sobre o plano eclíptico). Se você mergulhar a fundo, compreenderá que as estrelas individuais que se alinham com seus planetas também o definem e cada grau de cada signo é diferente.Olhando para o mapa astral, o astrólogo pode dizer quais são suas características e é incrível como eles acertam através dessa leitura. Sem precisar nunca ter nem visto a pessoa, o astrólogo pode dizer quem você é desde os aspectos claros até os mais obscuros da sua alma. A astrologia é o relógio que marca os ciclos dos eventos, mede a razão de cada comportamento individual em seus diferentes aspectos únicos que nos ajuda a compreender o passado e o futuro. Esse artigo te mostrará os aspectos profundos da astrologia e quem sabe pode até mudar sua percepção perante a alma, a energia como um todo e aos eventos que ocorrem individualmente e em comunhão com os demais na sociedade. Te indico a lê-lo algumas vezes para melhor compreensão para obter uma fundação sólida na compreensão astrológica.

Urano e Plutão – Os Sinódicos Ciclos da Revolução

uranus-pluto

Mapa de sincronia entre os planetas Urano e Plutão

Sua alma está conectada a cada planeta do sistema solar por sermos seres eletromagnéticos sofremos a influência das mudanças que ocorrem no céu. Os planetas são partes físicas do código da alma, e cada ser que existe compartilha algum componente de outro ser. Cada planeta no sistema solar regula um conjunto de características arquetípicas que compõem o seu ser central, seu ser interior e sua alma. Por exemplo, Urano regula a intuição e a fluidez dos pensamentos, ideias, criatividade e revolução. Isso é mais do que apenas uma metáfora, quando Urano completa certos ângulos no céu se movimentando lentamente junto a Netuno ou Plutão, os efeitos podem continuar sendo vistos durante anos e revoluções geralmente ocorrem neste período. Historicamente, a precisão desses ciclos é provado de novo e de novo. 2012, o que Hollywood vendia como Fim do Mundo era na verdade, apenas, um fim de um ciclo. O início de uma nova era, a Era de Aquário, que traz consigo um despertar global que já pode ser visto. Atualmente, estamos neste ciclo de ângulos entre Urano e Plutão, muita coisa já vem acontecendo e acredito haver muito mais por vir. Esses aspectos de Urano foram vistos em pessoas revolucionárias nascidas por volta de 1933 – incluindo Martin Luther King, John Africa (do grupo ativista da Filadélfia, o “MOVE”) e muitos outros. Após 1933, o próximo ângulo entre Urano e Plutão foi sextil nos anos de 1942 a 1944. Nessa era, os revolucionários que nasceram incluem Huey P dos Panteras Negras (que foi fundado em 1933 com Bobby Seale). Se você analisar, há características entre essas gerações que compartilharam o mesmo ângulo planetário.

A Revolução de 60

1960s-1024x683

Por que os anos de 1960 foram tão revolucionários? O que levou essas pessoas decidirem que queriam protestar, experimentar psicodélicos, formar uma nova cultura, transformar? Com certeza, eles não obtiveram essas ideias através de seus pais ou gerações anteriores, então da onde essa onda cultural veio? 1960 foi o ano da fase mais intensa de interação cíclica de Urano e Plutão no Século 20. Em 1965-1967, vimos essa onda cultural atingir seu ápice, e ao mesmo tempo, ocorria o ápice do alinhamento da conjunção desses dois planetas. Os nascidos nesta era do tempo obtiveram essa energia revolucionária dentro de si. Urano é o mar das características dos anos 60. Urano é Aquário que traz consigo novas ideias, revolução, um novo fermentar de ideias e ideais, a busca pela liberdade, a explosão musical e artística, todos esses elementos definem muito bem os anos 60.

Plutão é uma potência, um feixe de luz incompreensivelmente poderoso que adiciona tensão para tudo o que toca. Nos mapas de bilionários, Plutão está em conjunção com Júpiter (o planeta da riqueza e abundância). Nos mapas de serial killers, Plutão faz ângulos agressivos para Marte, como de Joseph Stalin, em que Marte-Plutão estão em oposição. Então, na década de 60, Plutão adicionado a potência e intensidade do Urano revolucionário, transformou parâmetros.

Para melhor ilustrar isso o que estou dizendo, abaixo segue uma lista das 7 maiores eras revolucionárias e suas respectivas gerações no Séc. 20:

1933 – Urano em quadratura com Plutão

1942 – Urano em 60 graus com Plutão

1965 – Urano em conjunção com Plutão

1978 – Urano em 30 graus com Plutão (suave)

1986 – Urano em semiquadratura com Plutão (suave)

1996 – Urano em 60 graus com Plutão

2012-2015 – Urano em quadratura com Plutão

Viu? Voltamos ao início do ciclo de transições entre esses dois planetas nesta era atual, de Aquário.

Astrologia Profética – As Eras da Vida e Outros Planetas

astrology-2

Como já dissemos, os planetas no céu em determinado momento e ângulo compõem seu mapa astral. Se você for analisar seu mapa astral em diferentes momentos da vida, verá que os ângulos que se formaram entre os planetas ao seu nascer contém o código dos momentos no espaço e tempo que prevê como você se sentirá e o que provavelmente virá acontecer. Por exemplo, se em seu nascimento, Netuno estava em 15 graus de Peixes e Plutão estava a 15 graus de Sagitário, Netuno formaria uma quadratura com Plutão. Isso ocorre pois a posição de Netuno forma um ângulo de 90 graus na posição de Plutão. Se Netuno formasse 15 graus em Aquário, e a 60 graus em Plutão, então isso seria um aspecto positivo e transformador, ao invés de um choque, sem fundo de profundidade Neptuniano misturado com intensidade plutoniano como uma Quadratura Netuno-Plutão.

Por milhares de anos, tem se analisado o que acontece quando indivíduos experienciam certos ângulos.

Por exemplo, quando Netuno se enquadra a Plutão no mapa astral de uma pessoa, um astrólogo toma nota do que acontece com tal. Uma vez que várias pessoas são observadas enfrentando o mesmo ângulo, todos eles têm as mesmas coisas em comum para acontecer com eles, e consegue-se ter uma noção tangível de determinado efeitos de um ângulo astrológico.

Com o tempo, os astrólogos tem definido todos os ângulos, como uma navalha afiada de precisão.

Porque é tão tangível como matemática, qualquer um pode começar a interpretar a astrologia com apenas um pouco de esforço – tudo que você tem a fazer é usar uma calculadora Sinastria (há diversas online) para calcular ângulos que se está enfrentando a qualquer momento.

Então, para ver em qual Era da sua vida se está, você olha para ângulos planetários- os ângulos formados por Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. Estes são os ângulos dos últimos meses, ou anos. Por exemplo, se você já passou por um trânsito de Plutão, como Plutão em conjunção com o Sol, você teve sua vida completamente transformada a partir deste novo eixo, de cima para baixo, em cerca de 2 anos. Um evento de mudança devastadora ou o gatilho da vida; ela explodiu em você, e sua vida foi transformada por um ano depois disso. Se você é Sagitário, você experimentou Plutão em conjunção no Sol em algum lugar entre 1996 e 2008. Se você é Capricórnio, sua experiência vem em 2008-2024. Depois de conhecer os ângulos que você está enfrentando, você pode fazer uma simples busca no Google para ver o que acontece com uma pessoa quando experimentam um ângulo, como Netuno em Quadratura com o Sol. Vários sites e blogs têm há tempos testado definições precisas desses ângulos. Se você procurar no google um ângulo, você terá uma boa idéia do que vai acontecer com você  através de raciocínio objetivo e pesquisa. No entanto, nada se compara ao sentimento do ângulo a si mesmo e compreender o que é. Através deste entendimento, um astrólogo pode ler seu mapa e dizer-lhe com anos de antecedência quando será a sua  Era de extrema mudança. Podem dizer-lhe quando um período de despertar espiritual virá (Urano / Plutão relacionado geralmente), quando um momento de extrema dificuldade virá (Saturno / Plutão), quando um período de falta de foco virá (Mercurio / Nó Norte), quando um período de prosperidade econômica virá (Júpiter / Venus), quando uma era de irritação com os outros e conflito virá (Marte), etc.

Os Ângulos da Astrologia e Simbologia Ancestral

Os ângulos primários da Astrologia incluem: Conjunção (zero graus), Oposição (180 graus), Sextil (60 graus), Trígono (120 graus), Quadratura (90 graus) e Quincunce (150 graus). Outros ângulos igualmente importantes, mas menos conhecidos incluem o sesquiquadratura, quintil, Decil, Semiquadratura, Semisextile. O Trígono e o Sextil são os aspectos positivos. Estes são os ângulos de recompensa, ganho, paz, felicidade, prazer, e um fluxo regular de ideias e energia.

Este é um trígono – (quando dois planetas estão este muitos graus de separação, é desenhada uma linha entre eles em uma tabela):

trine-I

Este é um sextil:

sextile-I

Isto é uma Grande Trígona, em 3 trincas, um triângulo perfeito:

trine-II

E um Selo de Salomão é formado por 6 trígonos e sextils:

trine-III

A Estrela de David é composta por 2 triângulos, um acima do outro que formam 2 trígonos astrológicos. Um Sextil é um ângulo muito similar ao trígono, mas não tão forte quanto – um sextil é um ângulo de 60 graus formado entre dois planetas ou dois pontos próximos. O Selo de Salomão é um símbolo astrológico dos Trígonos e Sextils, por isso que ele pode ser visto em diversas culturas da Terra. Já a estrela de 8 pontas, a Inanna, representa os ângulos maléficos. Faz sentido, pois Inanna/Ishtar é o deus/deusa da Guerra, da Ganância e da Cobiça. A Quadratura e a Oposição são também considerados maléficos, mas não desnecessários para o equilíbrio da vida, causando desastre, problemas fervendo, tensão, duras lições, e uma necessidade de usar a energia tensa, mas de fogo em direção a algo construtivo. Quadraturas ou oposições entre certos planetas não são maléficos, mas a maioria são. Por exemplo, Júpiter melhora e amplia tudo o que toca. É quase impossível para Júpiter ser maléfico. A Oposição é o ângulo da própria guerra, como 9/11, que ocorreu em um momento oposto exato dos dois planetas mais destrutivos, Saturno e Plutão (Quando Saturno estava no aspecto da guerra dos EUA de Saturno em Gêmeos).

Esta é uma Quadratura: 

square-I

Essa é uma Quadratura Dupla com uma oposição:

t-square

Esta é a Configuração Grã-Cruz, uma configuração extremamente tensa e cheia de energia de 4 Oposições e quadrados. É o tipo de configuração encontradas em mapas de nascimento de pessoas como Charles Manson:

grand-cross

Conclusão

O estudo da astrologia não é algo vago ou de fruto imaginário. É uma matemática tangível, que calcula os ciclos naturais. A astrologia é o código secreto de nossas almas e vai muito mais além do que talvez sejamos um dia capazes de entender. Sua análise é a análise do eu interior 🙂

Se você gostou deste artigo, não deixe de ler O Conhecimento Ancestral do Espírito Alquimista e sobre os Efeitos da Lua no nossa energia, eles podem complementar seus estudos.

Fontes: Spirit and MethaPhysics + Vanessa Tuleski

Tradução: NM

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Anúncios

2 comentários sobre “Especial Astrologia: Tudo o que você precisa saber sobre ciclos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s