A Linguagem da Natureza – As árvores ensinam a arte da Telepatia

The-Trees-Will-Teach-You-Telepathy1-207x300Você alguma vez se perguntou o que “telepatia” realmente significa? Você já a experienciou? Já quis experienciar? Bom, você pode e deve.

Telepatia é comumente conhecida como a comunicação “mente pra mente”, sem o som da linguagem falada, é um instante de transferência de pensamentos e sentidos. Alguns podem pensar que é meramente algo sem linguagem – e não é isso. A telepatia sozinha até pode ser isso, mas a Empatia Telepática é uma linguagem cheia de silêncio comunicativo e é essa forma que é natural para nós.  

Alguns de nós sabemos que pensamentos-formas podem ser transferidos de pessoa pra pessoa, e as tecnologias atuais desenvolveram o mesmo sistema que reside dentro de nós. Há seres espirituais e entidades que podem se comunicar telepaticamente conosco. Eles conseguem transferir pensamentos ou sensações, ou ambos. Mas o que estou dizendo é que a Empatia Telepática é algo natural e orgânico dentro dos seres, uma maneira de ser e de sentir, e isso se aplica a todos os seres vivos.

A Natureza possui uma linguagem que se comunica através de sons, aromas, cores, texturas e muito mais. Tem história e complexidades panorâmicas ao mesmo tempo de essências que estamos perdendo aos poucos, deixando de detectar e mais ainda de descrever, e é essa composição comunicativa que nos faz sermos o que somos, de forma tão profunda e bela. Há incontáveis poemas e textos que foram escritos ao longo da história da humanidade em tentativas humildes para descrever em palavras tudo o que foi recebido mentalmente. Muitos leitores de tais poemas e textos sentem sua beleza, mas é responsabilidade do escritor estabelecer tal comunicação com a Natureza e saber escutá-la para transcrever sua essência. O leitor não pode experimentar o que foi telepaticamente transportado para o escritor, apenas o que o escritor tem sentido e está tentando transmitir. Mas mesmo assim, não deixa de ser uma rica experiência.

A Empatia Telepática é mais do que uma transferência de pensamento, é o lado esquerdo do cérebro em ativação. É a comunhão, a comunhão da mais alta ordem. É uma “linguagem” de um multi complexidade de sentimentos dentro e ao redor do comunicador, que inclui todo o espectro da experiência do que está sendo comunicado. Uma consciência mais elevada, especialmente aquelas dos reinos naturais, têm muitos sentidos, e muitos deles podem ser expressos. Você não só obtém os pensamentos em torno da comunicação, você tem toda a sentença que ocorre no momento da experiência que está sendo expressada, bem como os sentimentos atuais desta comunicação.

É uma comunhão rica senciente entre aqueles que estão expressando sentimentos, pensamentos, idéias, aromas, sons, ambiente e tudo ao mesmo tempo através dos comunicadores de sensações únicas, superando espaço e tempo, em um instante. Você deve ter percebido que estou usando o termo comunicador e não apenas “indivíduo” ou “pessoa”, pois a Telepatia também é alcançada com os animais, e os Reinos verdes, minerais e etéricos.

Isso inclui escutar do que apenas ouvir!

Escutar e ouvir são duas coisas diferentes. Ouvir é a detecção de sons audíveis que são expressos através da fonética, formando palavras e frases que são abertas para infinitas interpretações. Algumas comunicações, para quem as recebe com a mente dormente, são apenas isso. muitas vezes ouvimos as pessoas dizerem “eu te ouvi” e ainda assim sente-se um vazio, à espera de uma resposta que geralmente nos deixa insatisfeitos, pois sabemos que a pessoa ouviu mesmo, ao invés de escutar.

The-Trees-Will-Teach-You-Telepathy-300x208Ouvir envolve a rica receptividade, a deliciosa complexidade que preenche!

Telepatia Empática não é apenas “mente para mente” como citamos inicialmente, mas sim uma conexão de consciência para consciência. Isso envolve um bom uso do cérebro, o multi sensor complexo que temos naturalmente.

A perda dessa sensibilidade telepática e empática vem de forma institucionalizadas de “educação” e “formação”. Esses processos modelam a mente de forma muito parecida ao processo de como uma lâmina de aço é feita. Ele é martelado e batido, aquecido e martelado, mais uma vez e mais uma… até que se torne uma lâmina afiada. Foi temperado e moldado pelo ferreiro. E assim a mente de aço tem sido doutrinada e incutida, sendo deixado apenas o cérebro dominante que pode ser comparado a um processador, esta é uma forma de controle da mente realizada por instituições bem financiadas e organizados, cujo objetivo é fazer com que você aprenda o que eles querem que você saiba, a maioria, se não toda ela reside em, no mínimo, mentiras. Não é educação, é a fracção e dessensibilização.

Mesmo aqueles que se consideram inteligentes ouvem um fluxo de palavras e muitas vezes já formulam uma resposta antes do outro sequer ter terminado de falar. Esta é a computação. Tem uma natureza projétil de ser uma transação de uma forma como se houvesse A caixa e O intelecto. É a maneira do “ferreiro” formar mentes em formato de instrumentos informatizados. Bits de informação são escolhidos e colocados juntos.

O caminho para se comunicar abertamente e verdadeiramente é o da Telepatia Empática!

Quem escuta com o cérebro e o corpo, é capaz de receber infinitas informações, sabedoria e conhecimento em um nano segundo. Ao contrário da mente de aço temperado que precisa adquirir informações e experiências em um continuum tempo / espaço linear. Enquanto a comunicação de ferro traz a frustração, a comunicação telepática traz a verdade, não importando ela qual seja.

Mas como aprender a Telepatia Empática? Onde está o Mestre?

Pensamentos-formas podem ser realizados não apenas por pessoas, mas por tecnologias também. É uma maneira de transição projetiva em direção a um receptor (é o mesmo que acontece com o seu Wi-Fi). Para recuperar nossas habilidades naturais, precisamos, em primeiro lugar desejar ser receptivo, como esse desejo é por si só receptividade, e começa-se a abrir e suavizar a mente temperada, a torná-la maleável novamente. É um ato deliberado de vontade e disciplina. Então precisamos encontrar uma fonte de verdadeiros telepatas, os mais benignos e gregários são encontrada na natureza. Árvores estão especialmente dispostas a ser nossas fontes de comunhão novamente e nossos amigos, mas para descobrir a verdade dessa declaração você terá de experimentar por si mesmo.

A natureza em todas as suas formas são nossos parentes na verdade e na sua essência, na fisicalidade e na origem.

Toda a natureza é nós, pessoas, árvores, gramas, montanhas, água, plantas etc, somos todos da mesma essência … e assim são nossos parentes em outra forma..

Vá para a Natureza se comunicar. Não fale, apenas escute!

Isso pode levar um pouco de tempo praticando para aqueles que não estão acostumados a serem os receptores, mas isso pode ser feito enquanto você se torna aberto de espírito e receptivo. Eles irão encontrá-lo. Você vai precisar gastar um tempo com a natureza especialmente com as árvores, que estão em todos os lugares, e muitos estarão dispostos a se comunicar com você, embora não todos.

Você encontrará a verdade.

Você pode nutrir a abertura receptiva na sua mente que funciona como um portal de ligação com os seres e eles vão usar este portal para se comunicar com você. Às vezes, essa conexão pode acontecer rapidamente, surpreendentemente assim, já outros podem precisar de algum tempo. Um tipo de confiança é necessária para desenvolver, não só com a árvore ou qualquer que seja sua origem, mas com sua própria mente… você deve confiar em sua mente para se tornar macio e vibrante com a receptividade.

Para cada um essa experiência será diferente. Mas eu posso ver um mundo de sentidos aflorados vir a ser, chegando “online” por assim dizer, e este é apenas o começo de recuperar a sua conexão com a Fonte, a nossa Divindade, nossa verdadeira natureza, e se sentir em casa tanto em nossas próprias peles quanto neste planeta que nascemos. Nós devemos nos unir com nossos parentes e amá-los, viver com eles. Esta é a harmonia. Quando todas as formas de comunicação e comunhão estão abertas – que flui em todas as direções – e os sentimentos naturais e sentidos permeiam nosso ser, este é o lugar onde nós sentimos nossa família e amor.

~~**~~

Este belo artigo foi escrito por Serena Woods, uma pesquisadora de 40 anos que desde os 21 estuda a vida natural e orgânica da Terra. Espero que você absorva parte de seus conhecimentos através dessa tradução!

Fonte: Wake Up World

Tradução: NM

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Anúncios

Um comentário sobre “A Linguagem da Natureza – As árvores ensinam a arte da Telepatia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s