A relação entre a Lua e a Mente Humana

chandra-asthami

Tudo ao nosso redor nos afeta de algum modo internamente – seja a exposição ao Sol, aos raios ultravioletas (UVR), a admirar o céu do amanhecer, andar na floresta ou nadar no mar – a beleza da natureza produz o fluxo harmonioso e a energia no nosso corpo. Mas nem tudo que está presente na natureza é fundamentalmente bom para os seres humanos. A Lua, romantizada pelos poetas e artistas de diversas eras, tem alguns efeitos negativos na mente humana, cientificamente e espiritualmente. Muitos cientistas e instituições de pesquisas têm realizados experimentos através dos anos com o foco de estudar o efeito das fases da lua e as noites de lua cheia na mente e no comportamento.

Lua, Consciente e Sub-consciente

De acordo com a Física Quântica, tudo no Universo – estrelas, planetas, satélites ou a lua, tem uma frequência operante. A frequência emanada pela Lua afeta a frequência da mente que exerce controle sobre os nossos sentimentos, emoções e desejos. A mente, que consiste da consciência, sub consciente e inconsciente, reage ao posicionamento da lua no céu. A neurociência reconhece que o sub consciente controla 95% de nossas vidas. A mente sub consciente é o depósito coletivo de impressões, memórias e pensamentos acumulados ao longo dos anos da vida útil e tem uma frequência operante mais forte em comparação à da Lua.  Um precisa de habilidades de pensamento e de observação para chegar aos reinos da mente sub-consciente. A frequência da lua tem o poder de fazer com que as frequências do subconsciente surfem para a mente consciente. Já que nosso sub consciente consiste em desnecessário e necessário, impressões positivas e negativas, sua combinação se eleva para a consciência, levando-nos a experimentar sensações de exaspero, loucura e irracionalidade.

A Dança do Lunatismo

Debaixo de uma lua conivente, cinco mulheres transtornadas pelo luar, dançam como loucas nesta ilustração do lunatismo, literalmente, loucura lunar. Quase todas as culturas acreditavam que as forças externas, tais como a lua “ruim” causava a loucura. A palavra “lunático”, aquele que está sujeito às influências da Lua, derivado do latim, Luna, a deusa Lua. Tais explicações para a insanidade foram aceitas até o Século 18, inclusive na Europa.

lunatico

A Maré e o Corpo Humano

A lua é a razão das marés na Terra devido à sua força gravitacional, os objetos voláteis (água) tendem a ficar perturbados. Alguns animais marinhos por vezes enfrentam certas dificuldades para sobreviver devido as marés constantes. Aristóteles e Plínio sugeriram em sua época, que o cérebro era o órgão mais molhado/úmido do corpo. Os cientistas modernos descobriram o mesmo através de suas pesquisas, o corpo humano é constituído em 80% de água, que possibilita a influência da Lua nos estados mentais e comportamentais. Graças o surgimento da Lua que se fez completamente possível o surgimento de vida no nosso planeta, que antes era apenas esquentado pelo Sol. A Lua, o Yang de nossas vidas! Tem um documentário muito interessante do Discovery Science abrangendo este assunto de forma muito clara! Segue abaixo o arquivo online dublado:

Há evidência concretas da influência exercida pela Lua nos padrões de sono humano. Uma pesquisa foi publicada com base em diferentes experimentos, onde 33 adultos se voluntariaram (de ambos sexos) e foram agrupados em diferentes grupos para os exames do sono nos laboratórios noturnos.  Foram estudadas e analisadas as atividades cerebrais dos voluntários, movimentos dos olhos e os níveis hormonais. Gradualmente, descobriu-se que nas noites mais perto de dias de lua, os voluntários tomaram uma média de cinco minutos a mais para adormecer, e dormiram em geral 20 minutos menos do que suas horas de sono habituais. Além disso, o nível de melatonina (hormônio que ajuda na regulação do ciclo de sono) havia caído em comparação com outras noites, portanto, comprovou-se o fato de que as pessoas estão mais propensas a insônia durante as noites de lua cheia.

Praticantes da Yoga Ashtanga, uma das vertentes tradicionais existente há mais de mil anos dizem que é bom evitar exercícios yoga nos dias lunares de Lua Cheia e Lua Nova. A razão para isso, dizem eles, ser o fato de nos dias de Lua Cheia há muita energia circundando, o que pode levar a lesões e fraturas no corpo. O melhor a se fazer nestes dias é procurar atividades que relaxem a mente, como a meditação.

Se você quer contrariar a influência da Lua a fim de não deixar suas vibrações assumirem, seja vigilante sobre suas próprias vibrações. Assista seu comportamento, impulsos e pensamentos nos dias de lua. Uma vez que, lua nova pede uma parte do seu inconsciente para se levantar, você pode usar isso como uma oportunidade para limpar de sua mente esses pensamentos que tendem a incomodar e perturbar você. A energia da lua nova pode ser usada a nosso favor, se optar por aproveitar essa energia para refletir e expandir o que há de melhor em você.

Já falamos sobre o ciclos da lua em outro post aqui do blog, O Conhecimento Ancestral do Espírito Alquimista. Não deixe de ler, complementará seus estudos 😉

Grata! Tradução + elaboração do artigo: NM

Fontes: New Moon Effects + Spiritual Effects + Human Beheviour to the Full Moon

Por favor, lembre-se de compartilhar trechos ou textos completos do blog sempre com os devidos créditos!

Anúncios

3 comentários sobre “A relação entre a Lua e a Mente Humana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s